Blog

Tente mover o mundo - o primeiro passo será mover a si mesmo. - Platão -

Contato

Não corrigir nossas falhas é o mesmo que cometer novos erros. - Confúcio -

Posts Recentes

Veja quais são os golpes mais comuns no Whatsapp e como se proteger!

A aplicação de golpes pela internet já é uma realidade que vitima pessoas ao redor do mundo todo. Isso porque a modernização das relações de forma a migrar para o mundo online fez com que as ações criminosas também seguissem esse curso.

Uma vez que a conexão ocorre diariamente, 24 horas por dia, e o uso da internet em dispositivos móveis ocorra para paquerar, fazer transações financeiras, conhecer pessoas, trocar mensagens com amigos e familiares, postagem de fotos, entre tantas outras coisas, não é de admirar que os golpes também se desenvolveram nessa seara.

Golpes mais comuns no Whatsapp

Um dos aplicativos que é mais visado pelos golpistas é, sem sombras de dúvidas,  é o Whatsapp. Esse aplicativo, que é utilizado para troca de mensagens, áudios, figurinhas e, ainda, chamada de voz e de vídeo, é um dos aplicativos que mais reúne informações dos usuários.

ANÚNCIO: Tenha a melhor internet com a Claro. Clique no link e saiba mais: https://clarocombomais.com.br!

Além disso, os golpes mais comuns no Whatsapp buscam, por exemplo, os contatos do usuário, que fica na aba à direita do aplicativo. Assim, o aplicativo corresponde a uma rica fonte de informações que são buscadas pelos criminosos, seja para uso em outros tipos de fraudes ou para extorsão dos contatos.

Surpreendentemente, não é baixo o número de categorias de golpes contra esse aplicativo. Conheça abaixo quais são os golpes mais comuns no whatsapp e como se proteger de cada um deles.

Quais são os golpes mais comuns no whatsapp?

Detalhamos, abaixo, os golpes mais comuns do whatsapp e como é possível evitar se tornar uma vítima deles.

1.  Confirmação de código

Um dos golpes mais comuns no Whatsapp é aplicado é o contato feito por Whatsapp sequer se utiliza de vírus. As vítimas desse golpe são pessoas que estão vendendo algum tipo de pertence em sites como OLX, Mercado Livre e outros.

Assim, o golpista contata o cidadão por Whatsapp ou ligação e se apresenta como representante de algum site ou plataforma. Requer, então, que o indivíduo confirme um código enviado por SMS para concluir o cadastro.

Contudo, o código que o indivíduo recebe a partir de então é, na verdade, o número de identificação que permite ao golpista ter acesso ao Whatsapp da vítima, que fica sem conseguir usar o aplicativo.

Golpes mais comuns no Whatsapp

Assim, os golpistas contatam a lista de contatos da vítima como se ela fosse e pedem quantias variadas de dinheiro emprestadas. O empréstimo, por sua vez, é justificado com histórias comoventes.

Para evitar esse golpe é necessário prestar atenção aos horários de contato, à eventual escrita ou fala informal do interlocutor e, também, procurar saber qual a forma que os sites com os quais você se relaciona contactam os clientes ou parceiros.

2.  Recarga ilimitada e Site Falso

Esse é um dos golpes mais comuns no Whatsapp e é típico de grupos públicos de Whatsapp, como, por exemplo, os dedicados a anúncios comerciais.

Nesse golpe, são oferecidas vantagens ao usuário em troca do pagamento de um valor bem menor do que o oferecido em mercado. O oferecimento de recarga ilimitada para o celular, por exemplo, é uma delas. Outras, ainda, oferecem desbloqueio de canais de televisão ou mesmo promoções em eletrodomésticos e peças do vestuário.

Contudo, essas vantagens dependem do acesso a um site ou, ainda, do download de um aplicativo. Em ambos os casos, após acesso ao site ou download, o aparelho passa a fornecer diversas informações aos bandidos.

Esses, por sua vez, se utilizam de cartões de crédito para realizar compras online, por exemplo. Ainda, dados pessoais podem ser utilizados para a abertura de contas e requerimentos de empréstimos. Por fim, ainda há muitos indivíduos que se utilizam de fotos e vídeos íntimos encontrados no dispositivo para chantagear as vítimas quanto à publicação do material.

Esse, que é um dos golpes mais comuns no Whatsapp, é evitado com o que se chama de dupla verificação, ou seja, notar se o site tem o mesmo nome do produto oferecido, assim como o aplicativo.

3.  Chip perdido

Por fim, dentre os golpes mais comuns no Whatsapp também está o que é considerado um dos mais difíceis de ser identificado.

Ele consiste, pois, no contato do golpista com a operadora de celular que relata que o aparelho anterior foi perdido ou roubado juntamente ao chip e requer a ativação de novo chip naquele número. A partir daí, o chip antigo é bloqueado, enquanto o novo passa a ter todas as informações do usuário presentes nos aplicativos.

Esse golpe funciona, a partir daqui, geralmente de forma muito semelhante ao golpe da confirmação de código, de forma que o golpista se aproveita para contatar família e amigos da vítima a fim de requerer dinheiro emprestado em nome da vítima, como se ela fosse.

Para evitar esse golpe é necessário o simples cuidado com pertences pessoais e divulgação de dados como números do CPF ou RG. Isso porque somente em posse de alguns dados como estes é que é possível realizar esse golpe.

Vem para Claro!!!

Sugestões de ofertas para você